segunda-feira, 21 de maio de 2018

Se livre dos vícios

SE LIVRE DOS VÍCIOS!


           

Antes de continuar lendo, se inscreva no meu canal no YouTube para receber conteúdos GRATUITOS e ainda melhores!!! CLIQUE AQUI 



  Quantos vícios você tem? Existe algum hábito ruim que você queira se livrar? Talvez você seja um fumante, um alcoólatra, ou viciado em pornografia. Talvez você esteja carregando consigo um comportamento ou um desejo que você sabe que não faz parte de você, que não precisa fazer parte de você, que só te prejudica. Talvez você não consiga ver um doce e já corre para comer, mesmo sabendo que irá fazer mal a sua saúde. Talvez você esteja tentando se livrar de um vício por drogas ilícitas. Você anda viciado em redes sociais ou Video Games? Você tem algum desvio sexual indesejado? Alguma atração que você percebe não fazer sentido algum mas que mesmo assim te domina? Você é escravo dos seus desejos? É escravo da sua raiva, do seu ódio? Da necessidade de ser aceito por outras pessoas? Existe alguma coisa que tira você do controle, que te domina? Algum sentimento, desejo ou vício, que você esconde das outras pessoas e não consegue se livrar? Que você trava batalhas todos os dias e nunca ganha? Que você tenta reprimir mas sempre acaba fazendo de novo e de novo se sentindo culpado depois? Se a resposta para uma dessas perguntas foi “sim”, então leia cada linha desse artigo com muita atenção pois ele é um presente, totalmente gratuito para você, e pode mudar completamente a sua vida. E o melhor, você não precisa falar seus segredos para ninguém, a transformação irá acontecer sem que mais ninguém saiba dos seus problemas. Eu definitivamente não estou interessado nos seus problemas. Não há nenhuma necessidade que mais ninguém esteja envolvido.




  Aqui nesse blog eu ensino como você pode começar pouco a pouco a observar os processos da sua mente e do seu corpo, ensino a deixar a sua consciência cada vez mais ativa, e quando você está realmente presente, as doenças da mente, os vícios, os desejos ilusórios, os impulsos, todos eles caem como folhas de uma arvore, naturalmente, sem nenhum esforço. Aqui eu lhe convido a experimentar algo completamente transformador, que poderá mudar sua vida para sempre, pois uma vez que a ilusão é quebrada, uma vez que, o falso é percebido como falso, ele perde totalmente sua força, seu poder. Entenda essa frase com uma maior profundidade. Uma vez que seus pensamentos são percebidos como algo externo a você, como algo de fora, como eles podem ter algum poder sobre você? Não importa se são instintos, se são crenças antigas, ou comportamentos muito enraizados. Não importa. Se a mente morre - e a mente é a maior das ilusões - tudo mais que a mente carrega com ela morre junto. Todo o lixo é jogado fora. E aqui nesse blog você irá entender que está carregando muito lixo, está a vida inteira sem saber quem realmente é. Então se é novo leia os outros artigos do blog. E pode ficar tranquilo, em momento algum eu irei dizer quem você é. Em momento algum eu irei impor crenças, dogmas, ideologias, desejos, expectativas ou identidades em você. Esse blog não é religioso. Apenas irei lhe dizer para ficar mais consciente! Acorde! E somente isso irá fazer com que toda ilusão caia pouco a pouco. Somente a pura observação, do seu corpo e da sua mente, irá revelar o que é falso. Não é necessária nenhuma filosofia, nenhuma crença, nenhuma ideologia, nenhuma identificação, nenhum pensamento, nenhuma palavra, tudo isso só irá piorar as coisas, só irá alimentar o sonho, a ilusão, só criará falsas identificações, um falso “eu”. Apenas esteja consciente e a verdade acontece. Agora vamos ao que interessa.
  A mente é a raiz dos problemas, ela é a arvore, e os seus problemas são os galhos e as folhas da árvore. Então é preciso que você observe a natureza ilusória da mente para que ela caia naturalmente. E quando a mente cai, os problemas, os vícios, os comportamentos indesejados, caem também. O que as pessoas, os psicólogos, os “especialistas”, os religiosos, estão fazendo, é tentar resolver cada problema como se de alguma forma fossem separados da mente. Estão tentando uma abordagem ineficiente. Resolvem um problema e milhares surgem no lugar. Cortam uma folha da árvore e centenas de novas folhas surgem. Ignoram a origem do problema, a raiz, e continuam fazendo isso em um círculo infinito de fracassos. Nas próximas linhas eu irei lhe mostrar de forma simples e rápida como estar além dos seus vícios, desejos e hábitos indesejados, fazendo assim a mente cair naturalmente e a maioria dos seus problemas desaparecerem. Então leia com calma e busque entender profundamente ao invés de só levar como mais um conhecimento passageiro da internet.




  Primeiro você precisa estar além da mente. Primeiro observe a mente de fora. Observando a mente de fora você estará consciente de que a mente é externa a você, não faz parte de você, logo não é você e não precisa ser levada a sério. Como isso? Faça um pequeno exercício aqui comigo, se lembre de alguma experiência recente que teve alguma importância para você. Pode levar algum tempo até conseguir se lembrar, não tem problema. É muito importante que você faça esse exercício, então não continue a leitura sem parar para fazer esse exercício, pois de nada servirá. Se lembre de uma experiência recente que foi importante para você.



  Conseguiu?



  Se lembrou de alguma imagem do ocorrido? Do som? Da sensação? Apenas observe, sem julgar nada, sem pensar se foi uma experiencia boa ou ruim, pois quem julga também é a mente. O foco aqui é que você perceba com bastante atenção as coisas mais sutis que acontecem nesse processo de se lembrar, pois é um processo mental como qualquer outro. Surge algum sentimento quando você trás a memória? Alguma reação? O clima emocional muda? Seu estado de humor muda quando você trás a memória a sua tela mental? Se você ficou atento a tudo isso que aconteceu, a todo o processo, então percebeu que é como quando você assiste um filme, você não é o filme, você é um observador, mas você se esquece disso e reage ao filme como se fosse real. Da mesma forma você não é a memória, você não é o processo mental, você observa ele de fora, mas não percebe isso e faz automaticamente o que sua mente manda você fazer. 


  Quando você está assistindo um filme de terror, e você lembra que o sangue no filme não é real, que o monstro não é real, quando você percebe isso, que é só um ator, que você está fazendo papel de bobo reagindo emocionalmente ao filme, que está sendo um idiota acreditando naquilo, se deixando levar emocionalmente por aquilo, naturalmente você fica mais neutro, o medo some. Com o falso sendo exposto a sua consciência você para de seguir os comandos de medo da sua mente. E isso acontece instantaneamente. O mesmo acontece quando você observa os pensamentos. Você concorda que o processo pode ser observado, portanto ele não é você? Ótimo, então vamos adiante




  Perceba que o seu corpo reage a mente como um escravo, porém se você estiver consciente desse processo, a mente e a reação do corpo perdem o significado, portanto se tornam falsos, e na percepção da falsidade, o processo morre sem nenhum esforço. Não entendeu? Para que exista uma reação no seu corpo a um pensamento, é necessário que você se identifique com esse pensamento. Se você perceber que esse pensamento é falso, ou seja, que não pertence a você, como o corpo pode reagir? E mesmo que reaja, como você vai levar essa reação a sério sendo que você está consciente de que é falsa? Você no máximo irá ignorar, no máximo irá rir. Como poderá ser escravo de um processo falso, de uma armadilha, sabendo que é uma armadilha? Com a pura consciência você fica no controle! Duvida? Pare agora e esteja consciente de sua respiração. Viu, agora você controla sua respiração! Com a consciência você está no controle. E isso não significa que você está reprimindo nada, você não está se esforçando, você simplesmente sai do automático, do domínio do inconsciente em um piscar de olhos. Por acaso precisou se esforçar para estar no controle de sua respiração? Não! 


                        (Na repressão você só esconde o problema, mas ele continua existindo. Uma hora ou outra ele surge ainda mais forte!)

  Isso deve ser compreendido profundamente e eu já falei muito sobre isso aqui no blog. A repressão não irá ajudar, muito pelo contrário, a culpa e a repressão irá piorar sua situação. E esse método falho é usado pelas maiores religiões! Se o seu vício não faz mal a ninguém a não ser você mesmo, não reprima, continue fazendo, porém agora faça de uma forma totalmente consciente e veja se consegue continuar. Eu te desafio! Cada vez que for fumar, assistir pornô, se masturbar, beber, comer em excesso, usar drogas, ou fazer qualquer outra coisa que geralmente sai do seu controle, esteja cada vez mais consciente, observando tudo o que acontece.




  Observe tudo que passa em sua mente, o desejo sutil que da início ao comportamento, a reação da sua mente ao estímulo que gera o comportamento (pornografia, cigarro, comida, desejo sexual, inveja, etc.), perceba a emoção que é gerada, a intensidade dela, a reação automática que o seu corpo tem quando essa emoção surge, esteja completamente presente, percebendo que é tudo uma ilusão, que não é você que está fazendo aquilo, que é uma reação programada, automatizada, que o sangue não é real, que o monstro não existe. Eu duvido, aposto todas as minhas fichas, que se você fizer isso todas as vezes que o seu vício ou hábito surgir, ele perderá toda a força e cairá naturalmente até que desapareça para sempre. Essa é a “técnica”, esse é o “truque” mais poderoso que existe, a pura consciência. Você, por trás de todo condicionamento social, e todo instinto animal, é o segredo.


  A consciência é o remédio para todas as doenças da mente.




  Pare de levar sua mente tão a sério. Ela é mais da sociedade do que sua. Suas crenças políticas, religiosas e filosóficas, seus conhecimentos, suas preferências, seus problemas, seus julgamentos, podem estar completamente errados, podem ser completamente falsos, foram impostos a você. E nessa percepção, de que sua mente é limitada, falsa, imitadora, que você se torna verdadeiramente humilde. Você para de levar a mente a sério, para de escutar tudo que ela diz.




  Uma outra forma de estar consciente do seu emocional quando o hábito surge é respirar e prestar atenção na respiração. Não precisa respirar profundamente, apenas pare e perceba sua respiração natural, esteja consciente dela. Isso irá ser útil para muitas pessoas pois nem todos conseguirão de primeira observar a própria mente, e a respiração é um reflexo de suas emoções. Então se lembre, quando o desejo vier, observe a sua respiração até que esteja no controle dela. Nesse observar da respiração, você acaba observando todo o processo, incluindo as emoções, a mente. Então é como se você ligasse uma lanterna em direção ao desejo, ele estava prestes a te pegar, como um monstro na escuridão, mas agora com a luz ele se mostra somente um ator, ele não é um monstro de verdade, como em um filme, nem mesmo o sangue é real, os dentes não são reais, e o medo desaparece, o impulso desaparece. Com a luz da consciência, a escuridão da inconsciência não existe mais. Ou a luz existe ou a escuridão existe, elas não podem existir ao mesmo tempo. Da mesma forma, ou seus vícios existem ou são percebidos como uma ilusão, e desaparecem.




  Esse artigo, esse conteúdo, que foi passado é completamente gratuito para você. Só peço que divulgue esse artigo com o máximo de pessoas que puder, pois o mundo está como está pela inconsciência das pessoas, e com grandes poderes, vem grandes responsabilidades 😉. Se você sabe como ajudar, e pode tirar alguns minutos do seu dia para divulgar e ajudar o próximo, então faça isso. Não seja egoísta, se você acha que o que leu aqui foi útil para você, também será útil para outras pessoas. E existem famílias, vidas, sendo destruídas pelos vícios, pelo automatismo do comportamento humano.



  Se você é novo no blog, leia os outros artigos, adicione o blog aos seus favoritos no seu navegador e siga o blog pelo Telegram clicando nesse link 👉 https://t.me/muitoalemdamente


10 comentários:

  1. Esse texto de 10 minutos é muito mais útil e traz mais e avanços do que 10 anos de psicoboiologia, que busca dissecar as "camadas" da mente, entender os motivos, desejos, intenções por meio de conhecimento intelectual, que é do passado, falhando completamente na auto-compreensão. Só podemos compreender a estrutura total agora, e não por meio do tempo ou de algo gradativo, e muito menos por influencias alheias.
    A decadência humana é tão evidente, chegando ao ponto de termos criado "profissões" como psicólogos, psicanalistas e etc, pra tentar resolver a loucura que nós mesmos criamos. E é claro que esse processo fragmentado não funciona, pois tenta resolver os problemas da mente, quando a mente, o sistema todo é o próprio problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. psicólogos no geral não sabem é de merda nenhuma,eles tentam te fazer ser igual o resto do gado,mas a vida deles mesmo é uma merda sem controle.

      Excluir
  2. Não entendo quando vc diz que a memoria nao é real. pode nao ser real no agora, mas foi no passado. entao de alguma forma éla é real

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A memória é um processo mental, algo como um arquivo fragmentado no seu cérebro, modificado de acordo com sua interpretação da realidade. Ela não é a verdade. O processo mental é real, mas o conteúdo é falso pois é baseado em suas camadas e filtros de interpretação. Suas identificações (sua personalidade) são feitas com base nesse conteúdo modificado e fragmentado. Leia esse artigo: http://muitoalemdamente.blogspot.com.br/2017/11/p-margin-bottom-0.html

      Excluir
  3. Vc podia fazer um texto sobre como a meditação pode curar traumas e fobias

    ResponderExcluir
  4. Impressionante este artigo. Parabéns mais uma vez por compartilhar seu conhecimento conosco.

    ResponderExcluir
  5. Ola, Brian. Gostaria de saber de onde vc tirou todo esse conhecimento,presente em todos os seus artigos (noção de mente e consciência): de livros? Experiência própria? Enfim... Afinal,vc segue algum tipo de doutrina filosófica e/ou científica?

    ResponderExcluir
  6. muitissimo obrigada por compartilhar um conteudo tão importante!! ♡

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto, simples e eficaz. O problema do excesso de desejo sexual e seus derivados:masturbação e pornografia; passam despercebidos na sociedade e muitas vezes não são tratados como vícios.
    Espero que continue publicando mais textos, parabéns pelo trabalho, um abraço.

    ResponderExcluir